Aprenda como aplicar técnicas de yoga para acalmar ansiedade

Descubra como eu usei a yoga para acalmar a ansiedade com exercícios de respiração  

Sabe aquela sensação desesperadora de nem saber por onde começar? Eu me senti assim muitas vezes quando trabalhava na mesa de investimentos aqui em Nova York. Isso piorava quando eu cometia um erro, ou tinha que arrumar o erro de alguém, enquanto o preço dos ativos se moviam e eu tendo que iniciar uma série de procedimentos para consertar o erro, tentando evitar ao máximo prejuízo para o banco. A adrenalina era tanta que mesmo depois do problema resolvido, eu ainda sentia os efeitos no meu corpo. Mesmo hoje, tendo o meu próprio negócio, não tendo mais aquela sensação de estar exposta no mercado e podendo perder muito dinheiro em questão de minutos, tem dias que me sinto ansiosa. Eu já enfrentei alguns níveis, e acredito que pelo menos 25% da população convive com algum nível de ansiedade. Esse número só cresce e hoje quero lhe passar 3 dicas fáceis utilizando a yoga para acalmar ansiedade.

Para esclarecer mais o que quero dizer sobre níveis de ansiedade, explico um pouco mais sobre meu caso: quando trabalhava no banco, era algo mais imediato, tinha momentos ansiosos, dependendo do que estava acontecendo no mercado. Era uma volatilidade constante e o coração ia junto! E haja coração! Já vi empresas falirem de uma hora para outra, papel despencar 80% do preço em um dia, ou fazer um trade gigante onde as pessoas envolvidas estavam muito ansiosas, deixando você ansioso também. A minha experiência no banco me ajudou a crescer e foi onde realmente entendi na pele que o termo “Tempo é dinheiro” é uma grande verdade. Mas também foi no mercado financeiro que aprendi minha verdadeira lição:  “sua saúde não tem preço”.

Outro momento em que a ansiedade marcou a minha vida, foi após o nascimento da minha filha. Eu tive pré-eclâmpsia no dia do nascimento, e minha pressão arterial subiu muito, principalmente alguns dias após o parto. Ficava ansiosa só de ver as enfermeiras entrarem no quarto para medir minha pressão, e claro ela só subia. Fui liberada após três dias, mas tive que voltar no quarto dia porque a pressão subiu novamente, foi tanto que eu nem conseguia ficar em pé. Tive que fazer um tratamento para me proteger contra uma possível convulsão, só que tive uma reação ao tratamento e não conseguia dormir pela sensação de queimação no corpo. Concluindo: foram seis dias pós-parto sem conseguir dormir e com ansiedade constante, só de tentar dormir. Foi uma mistura de insônia e ansiedade, algo que até então não tinha sentido. Após três meses de tratamento médico intenso, minha pressão estabilizou.   

Leia também: Como superei a do crônica nas costas com uma prática milenar


Nos dois exemplos acima não tinha noção do que fazer, fora tomar um chá de camomila ou um copo d’água que são por sinal duas coisas que continuo fazendo e recomendo. Mas hoje em dia, quando sinto aquela sensação voltando, foco nos ensinamentos de Kundalini Yoga & Meditação para me ajudar a sair desse buraco o mais rápido possível e tudo se resume em controlar a respiração e relaxar a mente.  Mas como fazer yoga para acalmar ansiedade de forma eficiente?

Na minha primeira aula do meu curso de formação de Kundalini Yoga, minha professora chegou e disse: “90% da população não sabe respirar corretamente.” Eu fiquei chocada porque parece algo básico, que nos todos sabemos fazer. Como praticava Yoga há pouco tempo, ainda não tinha me dado conta da importância da respiração, nem entendia como nós poderíamos estar respirando errado. Bem ela explicou que em geral as pessoas respiram usando somente metade do pulmão, uma respiração rasa. E que quando pedimos para elas respirarem fundo, elas encolhem o abdômen e estufam o peito. Ou seja, a respiração continua rasa. Nessa hora, já lembrei de vários momentos ansiosos que vivi, onde notava que, não só a minha respiração era rasa, mas também segurava a respiração. Ficava meio paralisada e não respirava por alguns segundos. Gente que erro! Então, para evitar esses momentos, hoje em dia, conhecendo os ensinamentos de Kundalini Yoga para acalmar ansiedade, tenho 3 dicas básicas para lhe passar:

A primeira dica: aprender a respirar corretamente! Fácil falar, né? Bem aqui vai uma maneira simples: quando você trouxer o ar para dentro (inspirar), deixe a barriga crescer, o peito abrir e, assim, a clavícula subir um pouquinho. Note a breve pausa que ocorre, e comece a soltar o ar (expirar). A clavícula baixa, o peito contrai e puxe a barriga para dentro. Feche os olhos, foque no ponto entre as sobrancelhas e inspire pensando nesses três pontos, e solte o ar pensando também nesses três pontos. Outra ideia seria abrir os braços, e quando você trouxer o ar para dentro devagar, suba os braços até as palmas das mãos tocarem lá em cima. Pause e solte o ar devagar, baixando os braços lentamente.


Segunda dica: a ciência de Yoga reconhece os 2 canais/rios energéticos (canais de prana a energia vital) muito importantes são: ida e pingala. De uma forma bem simplista o Ida – que termina na narina esquerda – corresponde a energia lunar, uma energia que te acalma e te tranquiliza. Já o Pingala – que termina na narina direita – corresponde a energia solar, uma energia que te desperta e traz vitalidade.  Ou seja, se você respirar exclusivamente pela narina esquerda, você irá acalmar seu corpo e tranquilizar a sua mente. Respire pela narina esquerda por alguns minutos, como na dica acima, lentamente, tapando a narina direita com o polegar direito e deixe a mão esquerda descansando. Sinta o ar passando pelos três pontos: barriga, peito e clavícula. Deixe o ar fluir exclusivamente pelo canal Ida e sinta o efeito. 3 minutos é o suficiente.

Terceira dica: a minha última dica é algo que eu faço até hoje utilizando a yoga para acalmar ansiedade! Ponha um alarme no telefone 3 vezes ao dia. Quando o alarme tocar, note como está a sua respiração. Veja se está rasa, se está afobada. Tome consciência da sua respiração e faça uma respiração lenta e profunda por 1 minuto, se possível. Aos poucos, você vai criar o hábito de observar a sua respiração e ficar consciente quando ela está rasa ou afobada.

No meu canal de YouTube, compartilho como fazer a respiração profunda correta e outros exercícios de yoga para acalmar ansiedade que podem mudar a sua vida! Não deixe de assistir e experimentar. A prática de Pranayam (respiração) e de Kundalini Yoga é eficiente, mas para fazerem de fato diferença na sua qualidade de vida, é preciso que criar um hábito e fazer um pouquinho – poucos minutos – todos os dias. Se você possui qualquer dúvida, é só postar nos comentários abaixo.

Um abraço apertado!

Sat Nam!!!

download (2).jpg